Hospital Regional moderniza rede de gases medicinais

Multinacional francesa Air Liquede do Brasil é a nova prestadora de serviço de abastecimento.

 

 

A rede de gases medicinais do Hospital Municipal de Cajamar foi totalmente substituída por equipamentos de última geração para atender as necessidades atuais e futuras.

A antiga rede encontrava-se em situação delicada, devido ao desgaste e tempo de uso. Cumprindo uma das exigências do contrato assinado com a Prefeitura de Cajamar, a UNISAU (União pela Beneficência Comunitária e Saúde) modernizou todo este sistema no Hospital Municipal. 

Desde fevereiro deste ano, foram instalados: novo tanque de 3.000 m3 e nova central de oxigênio com 12 cilindros de 10 m3, sempre ficando seis cilindros de reserva em caso de anomalia na rede; nova central de oxido de nitroso como quatro cilindros de 28 quilos cada; central de ar comprimido de seis cilindros de 6 m3 cada, sendo essa central, de reserva caso o sistema venha falhar de forma que nunca faltem gases medicinais no hospital. 

Segundo Soraia Caldas, da gestão hospitalar, em comparação aos valores também houve uma economia de 37% em comparação aos valores de antes. 

“Essa mudança foi muito importante para o Hospital Municipal de Cajamar, bem como para a população acolhida. Os gases medicinais são medicamentos na forma de gás, gases liquefeitos ou líquidos criogênicos isolados ou associados entre si e administrados em humanos para fins de diagnóstico médico, tratamento ou prevenção de doenças e para restauração, correção ou modificação de funções fisiológicas. A utilização desses gases é de extrema importância, por exemplo, na semi-intensiva, são utilizados para fazer intubação de paciente insuficiência respiratória (aguda ou crônica) em diversos procedimentos médicos como inalação e nebulização”.

 

Fonte: Prefeitura de Cajamar/SP

Please reload

© 2018 • Todos os direitos reservados para UNISAU
Desenvolvido por Neoway Silver