ROBÔS E MESA DIGITAL INOVAM ENSINO NOS CURSOS DE SAÚDE UNIFAE


Estudantes de Enfermagem, Fisioterapia e Medicina utilizam tecnologia de ponta, que permite simulação de situações reais, visão tridimensional dos órgãos do corpo humano e análise de exames.


Os cursos da área de Saúde da UNIFAE contam com o apoio pedagógico de robôs de última geração que simulam, com perfeição, as características do corpo humano. “Sim Man”, “Sim New Baby” e “Sim Mom” integram os Laboratórios de Simulação Básica e Avançada, e permitem que os estudantes possam praticar desde situações menos complexas, como cuidados ambulatoriais, até ocorrências clínicas delicadas, como enfartos, ressuscitações e partos.




No Laboratório de Simulação Básica, que ocupa uma área de 123 m2, as salas são destinadas ao treinamento de cuidados e procedimentos de saúde, no ambiente de uma enfermaria hospitalar. Já no Laboratório de Simulação Avançada (High-Fidelity Simulation), os alunos se dedicam ao treinamento de cuidados e procedimentos intensivos, invasivos e de emergência, utilizando uma estrutura de alta complexidade, em cenários que reproduzem o ambiente hospitalar de UTI.


“O uso de simuladores avançados e a criação de diversos cenários clínicos permitem o desenvolvimento e a integração das habilidades técnicas, cognitivas, comportamentais e práticas, preparando o estudante para o exercício técnico e intelectual da profissão”, ressalta o Dr. Mário Rocha, coordenador do curso de Medicina.


“O objetivo é treinar os alunos de graduação dos cursos de Farmácia, Fisioterapia e Medicina da UNIFAE para enfrentar situações difíceis da rotina profissional, denominadas ‘manejo de crise’, em condições realistas, porém com total segurança, sem colocar em risco a vida e a saúde de pacientes reais.”, completa a Profa. Me. Anita Bellotto Leme Nagib, pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, coordenadora do curso de Fisioterapia e coordenadora pedagógica do curso de Medicina da UNIFAE.




Outro equipamento de ponta, fundamental para o ensino de anatomia, é a mesa digital interativa, que permite trabalhar imagens tridimensionais, fazer análises, avaliar exames complementares, tomografia, raio X, entre várias outras ações, sempre com muita qualidade.




A aluna do 2º. ano de Medicina e ex-monitora de Anatomia, Taís Oliveira, explica que a mesa digital substitui com vantagens a análise anatômica do cadáver: “A tecnologia 3D nos dá a possibilidade de ver o que está oculto, mostrando detalhes, o que não acontece quando estamos diante de peças biológicas.”


Orientados pelos professores, os alunos podem analisar as características específicas dos diversos órgãos humanos, navegar em níveis superficiais e profundos de todo o corpo humano e observar detalhes dos órgãos, tecidos e sistemas, com incrível riqueza de detalhes. “Este equipamento permite, por exemplo, comparar tomografias e ressonâncias de pacientes com a norma anatômica correspondente ao caso observado. Isso ajuda muito na aprendizagem diagnóstica. “, conclui a docente dos cursos de Fisioterapia e Medicina, Profa. Dra. Laura Rezende.


“Temos os laboratórios mais avançados da região e a UNIFAE é uma das poucas instituições a dispor de uma tecnologia como esta.”, reitera o reitor Prof. Dr. Francisco Arten. “Este é um grande diferencial no processo pedagógico e reafirma nosso compromisso de qualificar ainda mais nossos cursos na área de Saúde.”