Aluna de Medicina tem resumo aprovado em Congresso de Humanização e Bioética




A UNIFAE vem estimulando a produção científica de seus professores e alunos, com resultados expressivos em publicações de renome nacional e internacional e participação em congressos e seminários. O exemplo mais recente é o da estudante do 10º semestre de Medicina, Vitória Monteiro de Luz Camargo, que teve a aprovação de seu resumo no IX Congresso de Humanização e Bioética.

A aluna iniciou as pesquisas em 2018, quando foi convidada pelo Prof. Me. Héverton Barbosa de Freitas, que propôs o tema titulado “Pedidos de autorização para interrupção da gestação de fetos com síndrome de Edwards e respectivas decisões dos tribunais brasileiros”. Além do professor, a Profa. Dra. Francielle Rodrigues Guimarães também esteve presente na orientação do trabalho e ressalta a grande relevância do assunto. “O artigo aborda um tema bastante polêmico de uma síndrome pouco comentada na mídia, apesar de ser uma das mais frequentes, perdendo apenas para a síndrome de Down”, explica a professora.

A Síndrome de Edwards é uma doença que provoca atrasos graves no desenvolvimento devido a um cromossomo 18 extra, relacionada a vários fatores como malformação cardíaca ou neurológica. “A expectativa de vida da criança é muito curta e algumas gestantes, após terem o diagnóstico, pedem a autorização de interrupção, embora a lei escrita não preveja essa possibilidade”, destaca o professor Héverton Barbosa de Freitas.

O artigo é ambientado na realidade dessas gestantes, que recebem o diagnóstico e não se sentem em condição de levar a gestação adiante. Na visão da aluna, o maior objetivo do trabalho é fornecer conhecimento. “Há pouquíssimo disso na Literatura e muitas pessoas não conhecem o assunto. Abordei os aspectos sociais e psicológicos da mãe e família como um todo.”


Bolsa de Estudos

Em 2019, a estudante teve a oportunidade de inscrever o projeto no CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e ganhar uma bolsa de estudos através do PAIC UNIFAE (Programa de Apoio à Iniciação Científica). “Fiquei em primeiro lugar na apresentação dos trabalhos de Iniciação Científica da Instituição, ganhando o prêmio Carlos Chagas. Neste ano, o professor Hérverton me indicou o Congresso de Bioética, fui selecionada e apresentei meu Projeto”, comenta a estudante, que se mostra realizada com as oportunidades.

Falando sobre a importância disso para a UNIFAE, a Profa. Dra. Francielle Rodrigues Guimarães destaca que “o bom desempenho do trabalho no Simpósio Internacional de Bioética leva o nome da Instituição, mostrando que a UNIFAE é capaz de realizar pesquisas de qualidade. Estamos muito felizes com o esforço da estudante”.

Concordando com o posicionamento da Profa. Francelle, o Prof. Héverton acrescenta a importância do conhecimento científico. “Projetos como este levam a UNIFAE adiante no propósito que tem de formar profissionais que utilizam da Ciência para compreender melhor o mundo. Pensando especificamente na área da saúde, essa pesquisa tem um mérito especial, pois é interdisciplinar, aproximando o curso de Medicina com outras áreas.”

Ao finalizar falando do desempenho da aluna, o professor diz que esse tema foi de grande importância. “As mulheres precisam ter mais espaço e voz no mundo da pesquisa. Acredito que o tema fez bem a ela e permitiu que desenvolvesse ainda mais seu senso crítico.”

Para a aluna Vitória, essa experiência foi muito marcante. “Meus professores sempre estiveram ao meu lado, prontos para me ajudar. Pesquisa e Extensão são muito importantes na residência médica, além de fornecer grande experiência e aprofundamento na área baseada em evidências. Aos estudantes, recomendo a iniciação científica. Isso contribui muito para o crescimento acadêmico e intelectual”, conclui.


fonte: https://www.fae.br/noticias/aluna-de-medicina-tem-resumo-aprovado-em-congresso-de-humanizacao-e-bioetica/

© 2018 • Todos os direitos reservados para UNISAU
Desenvolvido por Neoway Silver